WhatsApp
49 9 9964.1833
Por: Psicóloga Karise Woiciechoski
Visualizações: 809

AS EMOÇÕES DO FIM DE ANO

20/12/2016

Dezembro costuma ser um mês diferente, há certo encantamento no ar devido à chegada do natal e alegria pelas comemorações da passagem do ano.

Mas não é assim para todo mundo. Um grande grupo de pessoas, sente-se triste ou melancólico nesta época. Isso ocorre porque esse período é propício para fazer um balanço geral da vida ou do ano que passou, e caso a pessoa se dê conta que não está como gostaria ou “deveria”, um sentimento de frustração pode acometê-la.

Neste período, a mídia veicula comerciais de famílias grandes, reunidas e felizes, já nas redes sociais há uma enxurrada de fotos e postagens. Assim, quem não se encaixa nos padrões ou está longe dos entes queridos, pela distância física, falecimento ou conflitos afetivos, pode ter sentimentos de solidão ou profunda tristeza.Em alguns casos, a data é um marco negativo ou até traumático, e a sua passagem pode trazer a tona novamente os sentimentos não resolvidos. 

Pessoas que possuem visão mais negativa da vida, funcionamento ansioso ou depressivo, tendem a ser mais introspectivas e infelizes nesta época. Além disso, por achar que não está aproveitando como deveria, ou que todos estão felizes menos ela, também é comum o sentimento de culpa.

E se você estiver neste grupo de pessoas, o que pode fazer para atravessar o período da melhor maneira possível?

Algo que pode ajudar é ser realista na contabilidade do ano, muitas vezes as metas iniciais não foram totalmente atendidas, mas se forem em parte isso já é positivo. É fundamentar exercitar o sentimento de gratidão, por pior que o ano tenha sido, no mínimo podemos ser gratos pela oportunidade de vivê-lo e pelas experiências obtidas. Vale traçar novas metas para o próximo ano, tendo cuidado para que sejam alcançáveis, pois expectativas muito altas podem gerar novas frustrações. E claro, procurar ficar perto de quem se ama é sempre recomendado.

Por ser um período que simboliza encerramento, e todo fim gera sentimento de perda, é normal que a melancolia se misture com as alegrias e expectativas sobre o que virá no ano novo. Além disso, a tristeza pode ser até mesmo bem vinda, se nos proporcionar um momento de revisão e reflexão sobre a vida, isso pode ser um impulso para mudanças que sejam necessárias.

Karise Woiciechoski
Psicologa clinica - Terapeuta Cognitivo Comportamental
CRP12/09282
Tel: (49) 99591120 - 88880618

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

O Blog

Psicóloga Karise Woiciechoski
Karise Woiciechoski é psicóloga clínica, especialista em Terapia Cognitivo Comportamental. Telefone e Whatsapp: 9 9959.1120

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.

Blogueiros & Colunistas

Voltar