GENÉTICA A VERDADE DURA E FRIA - Blogs e Colunas - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Por: TREINADORA TÂNIAMBREDA
Visualizações: 395

GENÉTICA A VERDADE DURA E FRIA

Entretenimento - Esportes - Estética - Geral - Saúde - 27/11/2019

Provavelmente não é isso que você quer ler, mas seu progresso depende em grande parte de sua genética. Obvio tem inúmeros fatores mas ela é bem importante para seu desenvolvimento.

Pesquisas recentes mostram que algumas pessoas respondem muito bem ao treinamento de força, outras nem tanto e outras nem sequer respondem. Algumas pessoas não mostram resultados visíveis. Os pesquisadores criaram o termo "não respondedores" para esses indivíduos.

Mas como a genética afeta o crescimento muscular?

Fortes evidências sugerem que os resultados que você vê na academia são altamente dependentes da eficácia da adição mionuclear mediada por células de satélite. Em termos leigos, seus músculos não crescerão, a menos que as células satélites que cercam suas fibras musculares doem seus núcleos aos músculos, para que possam produzir mais material genético para sinalizar o crescimento das células.

Petralla mostrou que a diferença entre excelentes respondedores em comparação à média e não respondedores no treinamento de força se devia principalmente à ativação de células satélites. Os respondedores excelentes têm mais células satélites que circundam suas fibras musculares, além de uma capacidade notável de expandir seu pool de células satélites por meio de treinamento.
Neste estudo, respondedores excelentes tiveram em média 21 células satélite por 100 fibras na linha de base, que subiram para 30 células satélite por 100 fibras na semana dezesseis. Isso foi acompanhado por um aumento de 54% na área média das fibras. Os não respondedores tiveram em média 10 células satélites por 100 miofibras na linha de base, o que não mudou após o treinamento, nem a hipertrofia.

Um artigo diferente de Bamman, usando os mesmos pesquisadores, envolvendo exatamente o mesmo experimento, mostrou que dos 66 indivíduos, os 17 principais respondedores tiveram um ganho de 58% na área transversal, os 32 respondentes médios ganharam 28% da área transversal e os os 17 respondentes inferiores não ganharam na área de seção transversal.

Mas fique calmo e aguarde a parte II.


Petrella JK, Kim JS, Mayhew DL, Cross JM, Bamman MM. A hipertrofia de miofibra potente durante o treinamento de resistência em humanos está associada à adição mionuclear mediada por células satélites: uma análise de cluster. J Appl Physiol 104: 1736-1742, 2008.

Bamman MM, Petrella JK, Kim JS, Mayhew DL, Cross JM. A análise de agrupamento testa a importância da expressão gênica miogênica durante a hipertrofia da miofibra em humanos. J Appl Physiol 102: 2232–2239, 2007.

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

O Blog

Tania Mara Breda
Profissional de Educação Física. Personal Trainer. Especialista em Biomecânica e Cinesiologia. Especialista em Reprogramação Postural, Musculação e Alongamento. Acadêmica de Nutrição Palestrante e Consultora on-line. www.instagram.com/taniamarabreda

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.

Blogueiros & Colunistas

Ver todos os posts

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Voltar