VOCÊ SABIA QUE O STRESS NÃO É RUIM? parte 1 - Blogs e Colunas - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Por: Marina Benedetti
Visualizações: 165

VOCÊ SABIA QUE O STRESS NÃO É RUIM? parte 1

Geral - Negócios - Saúde - 12/08/2019

Nessa sequência de posts, vamos falar um pouco sobre o stress e como nem sempre ele é ruim!


Stress é o estado psico-orgânico produzido pela defasagem entre o potencial do indivíduo e o desafio que ele precisa enfrentar.

 


Goste ou não da ideia, o stress está presente cada vez mais no nosso dia a dia. Tá! Então estamos condenados a isso? Não necessariamente. Isso porque o stress nem sempre é o monstro que é pregado por aí. Sem ele, o ser humano ficaria vulnerável e não conseguiria lutar, trabalhar ou criar.


No livro Stress for sucess, James Loehr afirma: "Não é o trânsito, o desemprego ou o chefe mal-humorado que nos desgasta, e, sim a maneira como reagimos a cada uma dessas coisas".

O que mais se ouve falar sobre o stress é que diminuindo ele teremos mais qualidade de vida e bem-estar. Reduza-o, não trabalhe tão duro, chegue mais cedo em casa, tire férias... Porém, há uma enorme diferença entre a exposição a ele, e como você responde a essa exposição. A exposição ao stress é um dos melhores incentivadores e estímulos para o crescimento pessoal! O que desgasta, do stress é a sua resposta emocional perante os acontecimentos.

É claro que férias e tempo livre são imprescindíveis para a nossa qualidade de vida, mas que tal se consigamos encontrar um meio de lidar com o stress que ocorre no nosso dia a dia sem precisar parar de fazer o que já fazemos? Afinal, uma hora as férias terminam..

A chave para esse controle está nas nossas emoções. Se não houver um equilíbrio emocional, você não vai conseguir desempenhar bem uma tarefa. As emoções estão presentes até mesmo enquanto você está lendo esse texto. Se você leu até aqui com atenção, é porque está se sentindo desafiado. Por outro lado, se você estiver desconcentrado, poderá ler diversas vezes as palavras acima e mesmo assim, nada fará sentido.

A espécie humana só conseguiu prosseguir a sua evolução, na sua boa parte, pela estratégia de diante de uma ameaça atacar ou fugir e isso continua presente na nossa programação genética. Precisamos combater esse instinto de responder movido pela raiva ou pelo medo e reassumir o controle: não é o que acontece, mas sim como reagimos.

Nos próximos textos, falarei sobre como treinar o seu cérebro para controlar as suas emoções. Acompanhe aqui na coluna de reeducação comportamental e qualidade de vida e se tiver dúvidas fala comigo!

Mais posts do autor
Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
este post

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

O Blog

Marina Benedetti
Graduada em Análise de Sistemas pela UNOESC e Instrutora do DeROSE Method, uma ferramenta de desenvolvimento comportamental que busca trazer qualidade de vida utilizando técnicas de respiração, meditação e bons hábitos. Apaixonada pelo autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Instagram: @MarinaBenedetti_

Opiniões expressas nos blogs e colunas por meio de suas publicações são de exclusiva responsabilidade do autor, não passam por qualquer controle de edição, editoração ou conteúdo e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.

Blogueiros & Colunistas

Ver todos os posts

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Voltar