Abatedouro móvel é opção de economia para produtores de Xanxerê - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Agricultura, Economia, Geral, Rural, Social - 24 Jul 2019 15:45

Abatedouro móvel é opção de economia para produtores de Xanxerê

Por: Aline Tonello
Visualizações: 793
Abatedouro móvel é opção de economia para produtores de Xanxerê (Fotos: Tudo Sobre Xanxerê)

Um abatedouro instalado em um caminhão pode ajudar pequenos suinocultores a realizar abates respeitando padrões de sanidade e bem-estar animal. Desenvolvido pela Embrapa Suínos e Aves (SC) e pela empresa Engmaq, de Peritiba/SC, o equipamento esteve à mostra para os produtores de Xanxerê na tarde desta quarta-feira (24) no Parque da Femi. A intenção foi mostrar que a aquisição de um modelo móvel tem a vantagem de poder atender vários produtores de uma localidade e ajudar a diminuir o custo da atividade, além de oferecer segurança alimentar aos produtos que chegam à mesa dos consumidores.

A exposição foi promovida pela Epagri e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Agricultura e Políticas Ambientais. O equipamento pode ser configurado em versões de diferentes capacidades, sobre rodas ou estacionária. A estrutura móvel funciona dentro de um contêiner, que pode ser de seis ou 12 metros de comprimento, e pode ser adaptada para abater suínos, ovinos, caprinos, aves e peixes.  Com exceção de peixes e aves, a capacidade é para abate de 80 animais em 8,8 horas.

- É um abatedouro menor, mais compacto, mas tem a mesma praticidade e eficiência de um abatedouro normal. Queremos levar ao produtor algo que seja viável, por isso está sendo ofertado por um preço interessante. Temos enviado equipamentos como esse para o norte do país e em SC temos um de aves em Rio do Sul, ainda não temos de suínos no estado. Estamos em uma região que tem vários abatedouros grandes e o pessoal talvez tenha um certo receio, mas é seguro e uma boa alternativa – explica Daniel Luiz Galhart, diretor da empresa que produz o abatedouro móvel.

Conforme o extensionista da Epagri de Xanxerê, Alexandre Borotoluzzi, a intenção é mostrar a opção aos produtores do município, que podem adquirir o equipamento em conjunto ou fornecer o serviço para outros produtores. Ainda de acordo com ele, o custo benefício é interessante para os produtores, que também podem contar com financiamentos para a aquisição do abatedouro móvel.

- Hoje, por exemplo, um produtor que paga R$ 60 mil por ano para um abatedouro pode ter esse custo baixado para uns R$ 42 mil, isso já levando em consideração o financiamento do abatedouro móvel, juros e custos de abate. E se ele fornecer os serviços para outros produtores das redondezas, as vantagens podem aumentar. Sem falar que quando ele não quiser mais utilizar o equipamento é só vender, não ficaria inutilizado na propriedade – comenta o extensionista da Epagri.

(Com informações da Embrapa)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar