WhatsApp
49 9 9964.1833
Tornado em Xanxerê, Política - 20 Abr 2017 08:13

Administração faz prestação de contas das doações em dinheiro ao tornado

Desde 2015, ano em que ocorreu o tornado, as informações estão disponíveis no site da Prefeitura de Xanxerê
Por: Carol Debiasi
Visualizações: 864
Administração faz prestação de contas das doações em dinheiro ao tornado Controladoria Interna da Prefeitura de Xanxerê apresentou um relatório referente as doações do tornado (Foto: Assessoria)

A prestação de contas das doações em dinheiro à conta bancária criada após a passagem do tornado, em Xanxerê no dia 20 de abril de 2015, ocorreu nesta quarta-feira (19), na Câmara de Vereadores. A controladora interna da Prefeitura de Xanxerê, Andreza Gallas e a comissão formada para atuar e fiscalizar os trabalhos estiveram presentes, juntamente com parte dos vereadores, onde as informações foram repassadas.

Dias após a passagem do fenômeno em Xanxerê, a administração municipal disponibilizou o número de uma conta, no Banco do Brasil, para doações que foram recebidas de diversas partes do Brasil. Foi arrecadado um total de R$ 657.747,66, tendo como despesa R$ 623.859,95, destinados a materiais de construção e móveis. O saldo até 30 de março de 2017 é de R$ 33.877,71, referente ao rendimento de aplicação financeira (confira gráfico abaixo).

A controladora interna, Andreza Gallas, destacou que todas as informações sobre a prestação de contas da movimentação da conta bancária estão disponíveis no site da Prefeitura de Xanxerê (Transparência – Xanxerê Solidária, clique AQUI) desde 2015.

- Viemos até a Câmara para ampliar esta transparência nas informações, até porque todos os dados estão disponíveis no site da prefeitura, desde 2015 quando a conta foi criada e iniciou o processo de doação e movimentação para atender aos atingidos pelo tornado – reforça, por meio da assessoria.

Além disso, explicou que os procedimentos adotados para utilização dos recursos financeiros, através da aquisição de materiais de construção e móveis, decorreram de orientação do Tribunal de Contas de Santa Catarina através do diretor da DMU, Kliwer Schmitt e das Promotorias de Justiça da Comarca de Xanxerê, através dos promotores Marcionei Mendes e Ana Cristina Boni.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar