Alunos da Apae de Xanxerê retornam às aulas - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Educação, Geral, Social - 13 Fev 2020 08:10

Alunos da Apae de Xanxerê retornam às aulas

Por: Aline Tonello
Visualizações: 467
Alunos da Apae de Xanxerê retornam às aulas (Fotos: Divulgação/Apae)

Teve início nesta quarta-feira (12) o ano letivo da Escola Especial Helena Adams Keller - Apae de Xanxerê, com o retorno de aproximadamente 110 alunos, com idades entre sete meses e 78 anos, cumprindo calendário da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE).

Ao todo, serão atendidos cerca de 180 alunos divididos em 23 turmas, que vão da Estimulação, com alunos de quatro meses a seis anos de idade, até a turma do Centro de Convivência (CC), que atende os idosos.

A Escola possui turmas do Serviço Pedagógico Específico (SPE), com jovens em idade escolar, entre sete e 17 anos, mas que não frequentam a educação regular em virtude do comprometimento intelectual ou físico. Esta turma oferece ao aluno atividades sensoriais, de concentração, memorização e atividades lúdicas.

Outra turma existente na Escola é o Atendimento Educacional Específico (AEE), que atende duas vezes por semana alunos que frequentam o ensino regular, mas que recebem atendimento especial na Apae.
Além dessas turmas, os alunos também terão aulas de educação física, informática adaptada e artes.

- Tivemos que fazer algumas adequações, para atender melhor os alunos. Foi feito um levantamento de 2019 e percebemos algumas coisas que precisavam da nossa atenção, urgente. Fizemos uma distribuição dos alunos nos períodos matutino e vespertino, pois havia uma grande quantidade a tarde e vagas no período da manhã - disse Alvaneve Moretto, diretora da Escola.

Segundo a diretora, não foi apenas a quantidade de alunos por turma que motivou as alterações.

- Nós sabemos o quanto é difícil para algumas famílias a adequação ao novo horário, mas o que chamou nossa atenção é que pela preferência pelo período vespertino, grande quantidade de alunos no transporte obrigava alguns alunos a permanecerem 1h30min no ônibus. Isso é desumano - afirmou.

Sobre esse assunto, Alvaneve ressalta o prejuízo para o aluno.

- Por mais que o transporte tenha um acompanhante preparado, é muito tempo para o aluno. Isso causa um grave estresse emocional que resulta em perdas. O aluno se debate, se machuca, fica irritado, alguns podem ter surtos ou até mesmo convulsões, e isso não é bom. Nós fizemos a alteração para melhorar a qualidade do atendimento para o aluno e contamos com a compreensão das famílias para tentarem se adequar. Será melhor para a aluno, que é a nossa principal preocupação - finalizou. (Divulgação)

Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar