WhatsApp
49 9 9964.1833
Comunidade, Tecnologia - 28 Jul 2017 15:07

Anatel pretende iniciar bloqueio de celulares piratas até o fim do ano

Por: Alessandra Villani
Visualizações: 666
Anatel pretende iniciar bloqueio de celulares piratas até o fim do ano (Foto: Alessandra Villani/Tudo Sobre Xanxerê)

Todos os dias, milhares de novos celulares são ativados no Brasil. Muitas pessoas que compram um determinado tipo de aparelho procuram por lojas especializadas. Entretanto, muitas pessoas ainda procuram uma alternativa mais barata para comprar o celular. Por conta disso o consumidor pode estar adquirindo um produto pirata e sendo enganado. Para combater essa pirataria, a Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel), pretende começar o bloqueio no dia 28 de novembro, entretanto, o presidente do órgão Juarez Quadros afirma que para isso ainda é necessário o aval do Conselho Diretor da agência.

No Brasil, por mês cerca de 1 milhão de novos celulares irregulares entra na base de dados. Conforme Henrique Gois, vendedor em uma revenda de celulares de Xanxerê, muitos desses celulares piratas não são clonados ou falsificados. A maioria deles são produzidos por empresas que não são homologadas, por isso o seu IMEI não é válido, por não estar cadastrado no Sistema Global para Comunicações Móveis, abreviação em inglês GSM. 

O vendedor explica que há cerca de três anos a Anatel estuda a implantação de um sistema que bloqueie esses celulares piratas, visto que no Brasil não havia um órgão regulador quanto a isso. Durante esse estudo foi criado o Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (SIGA), que deve regulamentar isso a partir de agora. Esse sistema deve ser colocado em prática a partir da segunda-feira (31), caso a implantação não seja adiada.

- Dia 31 eles devem começar a enviar a mensagem para as pessoas, dizendo se o aparelho é original ou não. Caso a pessoa receber uma mensagem que o aparelho é falsificado ou é clonado, algo assim, ela vai ter mais 75 dias com o aparelho funcionando. Após esse tempo o aparelho é bloqueado – explica.
Esse bloqueio implicará nas funções relacionadas a operadora, como ligações e SMS. Além disso, o aparelho não aceitará mais chip e o WhatsApp também ficará inutilizável, visto que a conta precisa estar vinculada a um número de celular. As outras funções do aparelho continuam normais, inclusive o acesso à internet por meio de rede WiFi. A partir disso, a Anatel pretende acabar também com as empresas fabricantes de aparelhos celulares que não possuem registro e fabricam os celulares piratas.

Henrique ressalta que as operadoras terão um ganho com esses bloqueios, pois celulares piratas ocupam um espaço nas operadoras que seriam para celulares regularmente registrados.

- Para nós é só melhoria. Nosso sinal vai ficar com mais qualidade, porque esses IMEI piratas não são contados, então acontece que eles roubam espaço de outro aparelho original. Eles atrapalham bastante o sinal, a velocidade, eles diminuem essas coisas. Geralmente o cliente não compra o falsificado em uma loja, na maioria das vezes é por fora – finaliza.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar