Bombeiros de Xanxerê que atuaram em Brumadinho recebem homenagem da Prefeitura - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Bombeiros, Comunidade - 11 Jul 2019 11:47

Bombeiros de Xanxerê que atuaram em Brumadinho recebem homenagem da Prefeitura

Homens, cães e técnicas dos bombeiros de SC foram essenciais após o estouro da barragem que destruiu a cidade mineira
Por: Francieli Corrêa
Visualizações: 288
Bombeiros de Xanxerê que atuaram em Brumadinho recebem homenagem da Prefeitura Da esquerda para a direita, soldado Josclei, cabo Cesar, prefeito Avelino Menegolla, tenente-coronel Walter Parizotto, sargento Berlanda e soldado Nogueira (Fotos: Aline Tonello/TSX)

A Prefeitura de Xanxerê entregou na manhã desta quinta-feira (11) uma homenagem aos bombeiros da cidade que atuaram na ocorrência do rompimento da barragem de rejeitos da mineradora Vale, em Brumadinho/MG. O acidente ocorreu em janeiro e, assim que o caso ficou conhecido, Santa Catarina se prontificou para enviar bombeiros e equipamento ao local. De Xanxerê, foram cinco homens e um cão. 

Os xanxereenses integraram três das equipes enviadas a Brumadinho, sendo que em duas estavam o soldado Josclei e o cão Iron (binômio do quartel). Fizeram parte de umas das forças-tarefa enviadas, o soldado Nogueira, o cabo César e o sargento Berlanda. Para o soldado Josclei, o reconhecimento do município à dedicação que ele e os colegas tiveram no atendimento às vitimas foi emocionante.

- Eu fico muito feliz por ter recebido a medalha e os parabéns do prefeito e de toda a equipe e o Iron também acabou ganhando a medalha dele e a homenagem. Eu estou muito feliz e horado por tudo. Fomos a primeira equipe a ir ao local e por isso não sabíamos o que iriamos encontrar pela frente, foi um trabalho muito difícil e que, com certeza, vai ficar marcado para o resto das nossas vidas – declarou Josclei.

Além do trabalho dos homens, o dos cães de Santa Catarina também foi destaque na ocorrência, assim como as técnicas desenvolvidas aqui para a atuação em áreas de soterradas.  Mas a doação feita pelos bombeiros, já tão reconhecida pela grandeza, lhes deixou marcas físicas, além das lembranças da tragédia.

Segundo o comandante do 14ª BBM, tenente-coronel Walter Parizotto - que também atuou na coordenação dos trabalhos em Brumadinho - todos os bombeiros e cães que estiveram na ocorrência ficaram com metais pesados no organismo e estão sob acompanhamento para verificar como o corpo vai reagir a isso.

- Sabe-se que alguns metais pesados têm uma resistência maior e também não se sabe qual vai ser a consequência disso para o futuro. Mas isso faz parte da nossa vida, estamos expostos a isso às situações de risco e de contaminações, é o legado daquilo que nós escolhemos - declarou Parizotto.

A barragem de rejeitos da mina do Córrego do Feijão se rompeu no dia 25 de janeiro, em Brumadinho, e matou 248 pessoas, além de ter deixado 22 desaparecidas, conforme divulgado pela Vale. A cidade ficou destruída, sobreviventes ficaram sem suas casas e o prejuízo que a situação causou à fauna e à flora do local foi enorme.  Em meio a um cenário de destruição, a solidariedade de muitas pessoas e dos próprios bombeiros que chegaram a relatar a vontade de procurar até a última vítima desaparecida fez a diferença para quem estava lá.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar