WhatsApp
49 9 9964.1833
Agricultura, Economia, Negócios, Política, Rural - 31 Mar 2017 11:09

Colombo e Temer falam sobre as medidas tomadas da operação Carne Fraca

Por: Carol Debiasi
Visualizações: 246

O governador Raimundo Colombo foi recebido em audiência pelo presidente Michel Temer, na última quinta-feira (30), no Palácio do Planalto, em Brasília. Dois assuntos dominaram o encontro. As ações do governo federal após a operação Carne Fraca e a aprovação do pedido de financiamento do Estado para lançar a segunda etapa do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). A reforma da Previdência também foi tratada na audiência.

No encontro, o governador agradeceu as medidas positivas e rápidas tomadas pelo governo durante as investigações da Operação Carne Fraca.

- Foi na hora certa, na dosagem certa e com a transparência necessária para preservar o consumidor e informar o mercado externo de que havia uma versão que não era real. Isso deu credibilidade e permitiu uma retomada rápida - disse.

Colombo explicou ainda que Santa Catarina é o maior produtor de carne suína do Brasil e o segundo maior de frango e também o maior exportador, abatendo três milhões de frango por dia.

- Isso é muito importante na nossa economia. Além de agradecer o Governo e o Ministério da Agricultura, nos colocamos à disposição para continuar somando forças - informou o governador.

Sobre o Fundam, programa inédito criado pelo Governo do Estado para investimentos em áreas estratégicas nas cidades de Santa Catarina, o governador destacou o apoio da Secretaria do Tesouro Nacional, que está concluindo os estudos do parecer favorável para a segunda etapa do programa.

- É um financiamento interno para que possamos ajudar os municípios de Santa Catarina a acelerar o desenvolvimento, ser um vetor de geração de empregos e atividade econômica. O Estado faz um financiamento junto ao BNDES e ele repassa para 100% dos municípios. Nós já fizemos isso há dois anos e agora será a segunda etapa. A prefeitura define qual a obra ou compra de equipamentos e o Estado fixa um valor disponível. Para este ano será cerca de R$ 700 milhões - relatou.


Previdência Social
O governador Raimundo Colombo ressaltou que a aprovação da reforma da previdência, que está em trâmite no Congresso, é necessária para evitar a falência do sistema e a continuidade do pagamento dos benefícios.

Colombo citou as mudanças feitas Santa Catarina na reforma da Previdência do Estado. A nova previdência foi projetada para reduzir o déficit que chega a R$ 3,6 bilhões ao ano, dos quais R$ 2,2 bilhões são bancados pelo caixa do tesouro.

- Da forma como estava estruturado, o sistema previdenciário tornou-se insustentável. Não podemos agir de maneira irresponsável e jogar o problema para as próximas gerações – finaliza.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar