WhatsApp
49 9 9964.1833
Comunidade, Economia, EXPO FEMI, Geral, Social - 09 Jan 2018 07:38

Comissão da Expo Femi planeja uma feira autossustentável para esta edição

Por: Aline Tonello
Visualizações: 437
Comissão da Expo Femi planeja uma feira autossustentável para esta edição (Fotos: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

Durante o período de recesso de fim e início de ano, a Comissão Central Organizadora (CCO) da Expo Femi 2018 não parou. O foco da organização, no momento, está no trabalho administrativo, uma vez que diversas licitações precisam ser lançadas para dar continuidade à organização da feira, que terá nove dias com diversas atrações culturais, grande movimento econômico em vendas e as tradicionais comidas típicas feitas a base de milho.

Com 90% dos espaços já comercializados pela Associação Empresarial de Xanxerê (ACIX) para expositores e praça de alimentação, o presidente da Expo Femi 2018, Cristiano Tóffolo, aposta que a feira movimentará grande volume de negócios.

- Essa venda antecipada mostra que a feira já é um sucesso. As pessoas acreditam no potencial da Expo Femi 2018 e, por ter ficado uma edição sem acontecer, as pessoas estão animadas, muitos ainda estão procurando espaço para comercializar e isso é muito bom – comenta Cristiano.

Shows

A grande expectativa para os próximos dias é a abertura da licitação para permissão de uso de espaço público para realização, organização e exploração da Arena de Shows durante a Expo Femi 2018. O pregão presencial será no próximo dia 15 de janeiro, às 9h, na Prefeitura de Xanxerê. A oferta dos participantes não poderá ser inferior a R$ 110 mil.

- Tem algumas empresas que já retiraram o edital e entraram em contato conosco, a expectativa é grande, mas a gente está no aguardo disso. Quanto mais empresas participarem, mais o lance mínimo que colocamos pode ser elevado. A grande licitação é essa dos shows, então estamos esperando finalizar essa licitação para ver como serão as demais – afirma Cristiano.

Recursos
De acordo com ele, o desafio é que a feira seja autossustentável, sem prejudicar o planejamento orçamentário do poder público.

- A comissão aceitou o desafio e acredito que dará certo. Cada comissão está trabalhando, temos em torno de 20 comissões e reuniões diárias para organização. Achamos melhor trabalhar com reuniões individuais com cada comissão e uma reunião geral por mês. Todos estão empenhados, todo mundo comprou a ideia de fazer uma feira com recursos próprios e as comissões estão querendo economizar, cortando gastos ao máximo. Não paramos ainda, descanso só depois de maio, quando acabar a feira – afirma.

Para arrecadar recursos, o município busca patrocínios junto a empresas e pretende ter retorno e confirmação da arrecadação até o fim de janeiro.

- Vamos fazer tudo dentro do limite de gastos que a gente já provisionou para a organização da feira. Tem gastos que estão sendo cortados porque estamos fazendo uma feira do tamanho do dinheiro que nós vamos ter, não mais e nem menos que isso. O que não podemos economizar é em segurança, vai ser incrementado como foi na outra feira, é o único setor que não vai haver economia, nos demais vai haver economia e vamos ver o que vamos conseguir recolher com patrocínio. Já fizemos visitas a inúmeras empresas, já foi entregue o projeto, só que as empresas têm que se provisionar, é um trabalho um pouco burocrático, são patrocínios grandes também. Agora começamos a ter o retorno disso e nesse mês queremos fechar para saber o quanto arrecadamos e quanto podemos gastar – explica.

Com a previsão de aquecimento da economia em 2018, a expectativa da CCO é que haja um retorno positivo por parte dos patrocinadores e que a feira movimente grande volume de negócios.

- A gente está pleiteando recursos com o Governo do Estado, mas sabemos que o governo passa por uma crise financeira bem grande, então não estamos contando com esse valor. Se acabar vindo nós vamos aproveitar, mas estamos fazendo tudo com os pés no chão e sem contar com esse repasse – disse.

Novidades
A inclusão de novidades na Expo Femi 2018 vai depender do recurso arrecadado, mas Cristiano adianta que a comissão trabalha para trazer atrações sem custo e atrativas para o público.

- A gente quer tentar fazer dias culturais nos dias gratuitos da feira, com várias apresentações itinerantes, valorizando artistas de Xanxerê e região. Estamos conversando com a Esquadrilha da Fumaça para que façam uma apresentação, com a Caixa Econômica Federal para fazer sorteio das loterias na feira e outras situações para ser diferencial, mas tudo sem custo para o município. Mas tudo isso vai depender dos patrocínios – frisa.

Quanto ao lançamento da Expo Femi 2018, Cristiano comenta que a comissão planeja um evento na Praça Tiradentes para que todos tenham acesso às novidades, shows, gastronomia, identidade visual e muito mais. A definição da data dependerá do processo de finalização de todas as licitações necessárias e será divulgada pela CCO.


c


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar