WhatsApp
49 9 9964.1833
Comunidade, Geral, Meio Ambiente, Social - 24 Jun 2018 09:17

Comunidade retoma debate sobre uso de sacolas retornáveis em Xanxerê

Por: Aline Tonello
Visualizações: 661
Comunidade retoma debate sobre uso de sacolas retornáveis em Xanxerê (Foto: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

Em abril de 2009, Xanxerê implantou o projeto que visava trocar o uso de sacolas plásticas por sacolas retornáveis nos supermercados e comércio em geral. A iniciativa, aplicada com o objetivo de contribuir com a preservação do meio ambiente por meio da redução do número de sacolas plásticas descartadas no município, ganhou força aos poucos e foi destaque em todo o Brasil. Depois de cerca de seis anos em pleno funcionamento, a campanha de conscientização foi deixada de lado aos poucos, e atualmente algumas pessoas ainda mantém o hábito. Pensando nisso, na próxima quarta-feira (27) uma reunião será realizada na Câmara de Vereadores de Xanxerê, às 19h, envolvendo associações de moradores, entidades, lideranças e a comunidade para debater o retorno do projeto com força total no município.

Enquanto o projeto vigorou, foi registrada a redução de cerca de 90% no consumo e descarte de sacolas plásticas em Xanxerê. Em função disso, o debate sobre a retomada da campanha partiu da Associação de Moradores do Centro e Bairro La Salle que, em conversa com algumas entidades e clubes de serviço, decidiu realizar um plano de ação para reimplantar o projeto de conscientização.

- Xanxerê era destaque no uso consciente das sacolas plásticas e uso das sacolas retornáveis. O projeto era referência, muitos municípios também implementaram a ideia, mas por descuido voltou o fornecimento das sacolas, as pessoas começaram a não usar as retornáveis e o projeto se perdeu. Foram milhões de sacolas plásticas que deixaram de ser usadas no período, um impacto ambiental positivo muito grande, então nessa reunião vamos discutir com a sociedade se há interesse em retomar o projeto ou não. Porque se houver, e muitas entidades já sinalizaram que há, queremos fazer um projeto diferente, com mais envolvimento da população, que funcione a médio prazo para que se volte a usar sacolas retornáveis e cuidar mais do meio ambiente – explica Paulo Ferronatto, presidente da Associação de Moradores do Centro e Bairro La Salle.

O projeto
Muitas mudanças ocorreram depois que a sociedade xanxerense se engajou no projeto e passou a utilizar sacolas retornáveis para levar seus produtos para casa. Inicialmente a campanha foi aplicada nos supermercados e, após algum tempo, muitas lojas difundiram a ideia para contribuir com a preservação. Na maioria dos estabelecimentos, cada sacola plástica era vendida por R$ 0,10 e o peso no bolso do consumidor contribuía para que houvesse maior adesão às sacolas retornáveis.

- Porém em 2016 algumas empresas voltaram a distribuir as sacolas plásticas e isso levou os demais a distribuírem também. O projeto funciona se há uma igualdade nessa parte, se todos optam por praticar a venda separada do produto ou embutir no custo operacional. Até hoje existe uma aceitação muito grande do projeto, cerca de 70% da população é a favor, mas quando foi voltado a fornecer as sacolas plásticas gratuitamente, as pessoas rapidamente descartaram a ideia, e isso nos surpreendeu porque usar a sacola retornável já tinha meio que se tornado um hábito – afirma o empresário Edson Marció, idealizador do projeto. 

Em 2016, o empresário participou de sessão da Câmara de Vereadores de Xanxerê, na qual falou sobre o andamento do projeto, que já estava perdendo força, e pediu o apoio dos legisladores para que a conscientização não se perdesse. Na oportunidade, os vereadores se manifestaram favoráveis ao reforço do projeto e sinalizaram que iriam buscar que o mesmo fosse transformado em lei no município. Entretanto, até o momento não houve desdobramento do assunto.

- Eu sempre penso que o projeto em Xanxerê era fantástico porque não existia uma lei obrigando, era conscientização da população, e isso era um grande exemplo, as pessoas se surpreendiam por ter sido um projeto de diálogo entre executivo, legislativo, Ministério Público, empresários e sociedade. Esperamos que, nesta reunião para retomar o assunto, a gente consiga obter o engajamento de todos e o projeto seja reimplantado com força total – finaliza Edson.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar