WhatsApp
49 9 9964.1833
Tornado em Xanxerê, Comunidade, Polícia, Política - 07 Mar 2018 16:17

Ministério Público arquiva um dos procedimentos da “CPI do Tornado”

Por: Carol Debiasi
Visualizações: 766
Ministério Público arquiva um dos procedimentos da “CPI do Tornado” (Foto: ARQUIVO/Tudo Sobre Xanxerê)

O Ministério Público enviou cópia do despacho à Câmara de Vereadores de Xanxerê informando sobre o indeferimento de um dos procedimentos da “CPI do Tornado” referente às possíveis doações irregulares aos atingidos que teriam sido acima da média. O documento dará entrada no expediente da pauta da sessão ordinária desta quarta-feira (7). Conforme o presidente do Poder Legislativo, Lenoir Tiecher, os membros da CPI já foram comunicados sobre o fato.

Conforme o despacho de indeferimento, o exposto assunto foi concluído por não haver indicação de quem são os beneficiados que teriam recebido donativos acima da média.

Conforme o documento “(i) não há indicação de quem são os beneficiados “acima da média”; (ii) não há indicação do que se considerou como média de doações; (iii) porque trata-se de desastre natural em que os danos foram provocados de forma homogênea em relação aos atingidos, sendo precipitado referir que houve doações acima da média, já que alguns atingidos tiveram danos de pouca monta, outros perderam todo o patrimônio etc., de modo que não é demais concluir que cada atingido recebeu de acordo com o dano sofrido”.

- A denúncia apresentada pelos membros da CPI com relação a essas doações foi arquivada pelo Ministério Público por entender que não houve doações acima da média, uma vez que se trata de um desastre natural, os danos não foram causados de forma homogênea em relação aos atingidos sendo precipitado, segundo o MP, referir que houve doações acima da média já que teve algumas famílias que foram mais atingidas e outras menos. Esse ofício enviado pelo MP vai para o expediente da pauta de hoje só como uma informação aos demais vereadores e comunidade – explica o presidente da Casa.

O Ministério Público, através do promotor Dr. Marcos Augusto Brandalise, realiza desde a apresentação da “CPI do Tornado” uma série de diligências a fim de concluir todos os procedimentos apontados pelos membros da Comissão. Foram ouvidas mais de 40 pessoas que supostamente teriam recebido a mais donativos após o desastre natural em 2015, além de outras apurações que são feitas com relação ao dinheiro depositado em uma conta do município e a doação de uma motocicleta. A moto deveria ter sido leiloada para arrecadar fundos e ajudar as famílias, o que não foi executado pelo poder público até momento. Porém, conforme o assessor jurídico da Prefeitura de Xanxerê, Fernando De Marco, o edital é redigido e possivelmente na próxima segunda-feira (12) o documento para leiloar a moto deverá ser publicado.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar