Covid-19: falta de profissionais, insumos e dinheiro dificultam ativação de leitos de UTI em Xanxerê - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
CORONAVÍRUS , Saúde - 29 Jun 2020 14:45

Covid-19: falta de profissionais, insumos e dinheiro dificultam ativação de leitos de UTI em Xanxerê

Por: Joimara S. Camilotti
Visualizações: 672
Covid-19: falta de profissionais, insumos e dinheiro dificultam ativação de leitos de UTI em Xanxerê (Foto: TSX)

A chegada de dez respiradores não garantiu que o Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê, pudesse ativar os dez novos leitos para o tratamento de pacientes acometidos pela Covid-19.

Encaminhados pelo Governo do Estado, há mais de 15 dias os novos equipamentos chegaram ao município, após uma força-tarefa que viabilizou os aparelhos, porém até o momento, a unidade não conseguiu colocá-los em funcionamento.

Nesta segunda-feira (29), o HRSP emitiu uma Carta Pública na qual relata as dificuldades encontradas para a implantação dos dez novos leitos de UTI. No documento, assinado pelo diretor administrativo, Fábio Lunkes, pela diretora geral, Irmã Neusa Luiz, e pelo diretor técnico, Mario Augusto Marques, o hospital afirma que, neste momento, não tem condições técnicas para o funcionamento dos novos leitos, bem como o uso dos equipamentos.

O hospital informa que já comunicou a Secretaria de Estado da Saúde de que a vinda era precoce devido a outras necessidades e dificuldades. Entre elas, está a carência de profissionais habilitados para atuarem na UTI Covid-19, ausência de medicamentos e a falta de repasse financeiro por parte do Estado.

O hospital de Xanxerê afirma, ainda, que desde a chegada dos equipamentos não foram medidos esforços para ativar os novos leitos, porém até o momento só foi conseguido contratar dois profissionais de um quadro de 25 pessoas necessárias para atender à demanda. Quatro medicamentos estão em falta no mercado e seis com dificuldade para ser adquirido, além do aumento de valores em materiais de proteção individual, como avental, luvas e máscaras.

O HRSP é referência para 180 mil habitantes da região e já chegou a 90% do índice de ocupação de leitos da UTI Covid -19, nos últimos dias. Desde o início da pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, dos 500 profissionais que atuam na unidade, 69 (13,8%) deles estão afastados do trabalho por se enquadrarem no grupo de risco, estar com suspeita ou positivado para a Covid-19, o que prejudica a rotina de atendimento.


> Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar