WhatsApp
49 9 9964.1833
Eleições, Comunidade, Política - 14 Nov 2017 11:07

Deputado Amin visita Xanxerê para tratar sobre as eleições de 2018

Por: Carol Debiasi
Visualizações: 593
Deputado Amin visita Xanxerê para tratar sobre as eleições de 2018 (Foto: Aline Tonello/Tudo Sobre Xanxerê)

Aproveitando o feriado de 15 de novembro com as atividades suspensas essa semana no Congresso Nacional, o deputado federal Esperidião Amin (Progressistas) passou por Xanxerê na manhã desta terça-feira (14) para conversar com filiados da região. O parlamentar cumpre agenda até o Extremo Oeste catarinense no dia de hoje, e seu principal objetivo nestas visitas é traçar metas para as eleições de 2018. Amin é um dos pré-candidatos a eleição para governador de Santa Catarina, porém os Progressistas estão abertos a coligações com os demais partidos.

De acordo com o deputado, recentemente foi votado e aprovado no Congresso a proibição da coligação nas eleições proporcionais para 2020. Até lá, para as eleições municipais, o representante do Progressistas pretende buscar com seus filiados uma renovação, principalmente de jovens e mulheres na política e, ainda, novos adeptos aos ideais que venham a somar com o partido.

- Nós conseguimos aprovar a proibição da coligação nas eleições proporcionais, infelizmente não para 2018, mas para 2020. Isso vai representar uma reaglutinação partidária, o contrário do que tem acontecido. Hoje, temos 38 partidos e 58 na linha de montagem. Essa pulverização é artificial, é muito mais para fazer negócio do que para defender ideias. Com essa proibição, o nosso partido tem que estar preparado para receber ex-companheiros, jovens, mulheres, então essa nossa corrida é exatamente para dizer que a nossa hora está voltando a chegar – frisa.


Pré-candidato a governador
Esperidião Amin também destaca a importância da parceria com os demais partidos catarinenses para construir um projeto que visa uma mudança em prol da sociedade.

- Nós temos três partidos no nosso Estado que tem o mesmo DNA: o DEM, o PSD e os Progressistas. Eles têm o DNA do velho PDS, porque 90% dos políticos desses partidos tem a mesma origem. Nós vamos procurar primeiro aquele partido que tem a maior semelhança conosco, que é o PSD. Manifestamos o propósito de estar juntos em 2018, mesmo sabendo que o PSD tem um grande ponto de interrogação na sua frente: o que o governador vai fazer? Vai ficar no governo? Vai sair em janeiro? Vai sair em abril? Vai passar o governo para Pinho Moreira? Isso é um problema do PSD, nós queremos estar com o PSD. Estamos procurando o PSDB com a legitimidade de quem apoiou Paulo Bauer de graça, cedemos o companheiro de chapa Joares Ponticelli e quase chegamos ao segundo turno. Estamos procurando o PR, o PSB, não descartamos conversar com o PT, desbastando diferenças que já foram muito prejudiciais ao nosso partido em eleições anteriores. Ou seja, estamos de sangue doce, com capacidade para trazer um governo bom para Santa Catarina. Não precisamos falar mal do atual, mas nós somos a mudança. A mudança mais autêntica e experimentada que SC pode vislumbrar nas eleições de 2018 são os Progressistas – finaliza o deputado em visita a Xanxerê.

casarao


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar