WhatsApp
49 9 9964.1833
Saúde, Verão - 03 Jan 2016 08:00

Doenças de verão: saiba como se prevenir

Por: Aline Tonello
Visualizações: 684

Durante o verão é comum que doenças como micoses, brotoeja, bicho geográfico e conjuntivite se manifestem com mais freqüência, principalmente para quem costuma freqüentar praias nesta época do ano. Elas são causadas principalmente pelo calor e umidade da pele, comuns no verão. E cuidados simples podem evitar esse tipo de contaminação.

O chefe do Serviço de Controle de Infecções do Hospital Celso Ramos, Dr Valter Araújo, explica como funciona a contaminação por essas doenças.

- Elas são mais comuns porque quando você tem calor, você tem pele úmida, pele quente, essa associação é ótima para a proliferação de fungos, por exemplo. O excesso de sudorese eventualmente obstrui a glândulas sudoríferas e acaba levando à brotoeja. E o contato na areia da praia com larvas de um verme que é eliminado nas fezes de cachorros pode causar o que a gente chama de bicho geográfico. Além disso, o contato com água e toalhas contaminadas com bactérias e vírus podem levar a conjuntivite, por exemplo.

O infectologista destaca que esses problemas podem ser evitados com alguns cuidados básicos no dia-a-dia.

- A prevenção depende do tipo de situação. No caso do bicho geográfico, a gente deveria evitar de levar cachorros para a praia ou levá-los ao veterinário para tratamento. Com relação à brotoeja, a gente deveria manter essas pessoas em ambientes mais frios, evitar que ela suem demais e que haja a obstrução das glândulas de suor. Usar tecidos que respirem melhor, como algodão. Em relação às micoses, um dos segredos é principalmente manter o corpo limpo e seco, enxugar bem os pés e as partes do corpo onde hpa o acúmulo de pele após tomar banho, evitar permanecer muito tempo com roupas molhadas. E a prevenção da conjuntivite é lavar bem as mãos antes de tocar os olhos e evitar compartilhar objetos como toalhas e óculos – orienta.

O tratamento para cada uma dessas doenças também varia. Para os casos de bicho geográfico é recomendado um tratamento com medicamento antiparasitário. Também é necessário tratar os animais domésticos que tenham a doença. Já as pessoas com brotoeja devem ser mantidas em ambientes frescos, para diminuir a intensidade do suor. Esfoliar a pele com tecidos ásperos também ajuda.

As micoses de pés e pele podem ser tratadas com pomadas antifungo. As conjuntivites podem ser virais ou bacterianas. Para a conjuntivite viral não existem medicamentos específicos. Já o tratamento da conjuntivite bacteriana é feito com colírios antibióticos, que devem ser prescritos por um médico. Em ambos os casos é importante manter os cuidados com a higiene, lavando bem os olhos e fazendo compressas com água filtrada ou fervida.

(Fonte: Secom)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar