Ex-companheiro e ex-sogro de Patrícia são presos por feminicídio e dupla tentativa de homicídio - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Polícia - 25 Set 2020 19:10

Ex-companheiro e ex-sogro de Patrícia são presos por feminicídio e dupla tentativa de homicídio

Crime ocorreu no final de agosto, no bairro Pinheiro, em Xanxerê
Por: Francieli Corrêa
Visualizações: 1591

Pinte

A Polícia Civil de Xanxerê concluiu o inquérito policial que investigava o assassinato de Patrícia Fernandes, 19 anos, e indiciou seu ex-companheiro, 23 anos, pelo crime de feminicídio e pelas tentativas de homicídio contra o irmão e a cunhada da jovem, além do pai dele, 45 anos, também pelas duas tentativas de homicídio. O crime ocorreu no dia 30 de agosto, no bairro Pinheiro, em Xanxerê, e desde então os suspeitos estavam foragidos, mas foram localizados e presos pela Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (25), no Centro de Xanxerê. 

De acordo com o delegado responsável pela Divisão de Investigação Criminal (DIC), Vinicius Burato Iunes, que esteve à frente das investigações, além dos dois homens, a ex-sogra da vítima, 49 anos, também foi indiciada por participação no crime. Ela teria sido a primeira a chegar à casa de Patrícia e quando esta abriu a porta os dois homens entraram, agredindo Patrícia e seus familiares, que tentaram socorrê-la. 

- Para nós ficou muito claro que a mãe [do indiciado], naquela situação, serviu como “uma isca” para abrir a porta. Foram colhidos depoimentos que confirmaram esses fatos: que acabaram abrindo a porta da casa em virtude que a mãe foi lá. Então, em virtude desses fatos e outros indícios que estão provados no inquérito policial da DIC, nós acabamos indiciando a mãe como participe do crime de feminicídio, ela só não restou presa – explicou o delegado.

(Foto: Polícia Civil) (Foto: Polícia Civil)

> Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp

No momento da prisão, os policiais encontraram no carro do ex-sogro de Patrícia um revólver calibre .38 e munições, que foram apreendidos. Pai e filho foram encontrados na casa de um familiar. Ambos foram presos preventivamente e encaminhados ao Presídio Regional de Xanxerê.

Conforme foi apurado através das investigações, o ex-casal estava separado há cerca de um mês, mas o rapaz não aceitava o final do relacionamento e durante esse tempo teria enviado várias mensagens com tom de ameaça à vítima, áudios os quais a polícia teve acesso.

- Nós conseguimos juntar no inquérito policial, diversos áudios que o companheiro mandava para a ex-companheira. Ouvindo os áudios, de maneira bem clara fica provado que ele tinha um sentimento que ele queria ser o dono dela, não concordava com ela sair de casa, dizia que não tinha medo da polícia, que a polícia não iria protege-la 24 horas. Existem diversos áudios nesse tom, ameaçadores, inclusive. A Patrícia ainda não tinha procurado a delegacia de polícia – destaca Vinícius.

Delegado regional de Xanxerê Adilson Bressan e delegado da DIC Vinícius Burato Iunes. Delegado regional de Xanxerê Adilson Bressan e delegado da DIC Vinícius Burato Iunes.

Na madrugada anterior ao crime, que ocorreu pela manhã, o jovem teria ido até a casa da ex para ameaça-la, mas a Polícia Militar foi chamada e um Boletim de Ocorrência foi registrado. Segundo o delegado, Patrícia recebeu vários golpes de faca e faleceu ainda no local. De acordo com o relato Corpo de Bombeiros, no dia, ela apresentava ferimentos no tórax, abdômen e nas costas. Patrícia e o suspeito tinham uma filha, que estava no interior da residência no momento dos fatos.

Estavam também na casa, o irmão da vítima, Lucas Fernandes, 19 anos, e a esposa dele, Gabriele Fachini, 19 anos, que também foram feridos ao tentar socorrer Patrícia. O jovem precisou passar por cirurgia e ficou internado no Hospital Regional São Paulo por cinco dias. Gabrieli recebeu alta no mesmo dia.

- No momento em que o autor desferia facadas na vítima, o irmão dela, que é o Lucas, estava no quarto e, ouvindo os gritos, veio para tentar ajudar a irmã e acabou também sofrendo golpes, tanto do ex-companheiro da Patrícia, como também do pai desse autor. No contexto da confusão dentro da casa, a Patrícia já teria levado facadas e o irmão dela levando facadas naquele momento, a esposa do Lucas, tentando ajudar, acabou também levando facadas, tanto desse ex-companheiro da Patrícia quanto do pai dele – relata o delegado responsável pela investigação.

De acordo com a Polícia Civil, os envolvidos podem pegar de 12 a 30 anos de prisão pelos crimes de feminicídio e tentativa de homicídio. Os indiciados não tiveram as identidades reveladas pela polícia.

(Foto: Polícia Civil)(Foto: Polícia Civil)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar