WhatsApp
49 9 9964.1833
Verão - 31 Dez 2014 08:30

Férias de fim de ano requerem cuidados dos viajantes

Por: Leticia Faria
Visualizações: 1051
Férias de fim de ano requerem cuidados dos viajantes Atitudes simples podem evitar ou minimizar problemas comuns dos turistas (Foto: profissaohoteleiro)

Filas nos aeroportos e nas rodoviárias, atrasos, overbooking, bagagem extraviada e surpresas desagradáveis nos pacotes de viagem são alguns dos transtornos mais comuns enfrentados pelos turistas nesta época de festas de fim de ano. Grande parte dos problemas, entretanto, pode ser evitada ou minimizada com atitudes simples.

Com o objetivo de orientar os turistas, o Ministério do Turismo conta com o site de dicas Viaje Legal. As dicas incluem cuidados na hora de contratar serviços como transporte e hospedagem além de esclarecer os direitos do turista no Brasil.

Os viajantes podem encontrar também dicas de planejamento do passeio, formas de economizar e de turismo sustentável no site da campanha Passaporte Verde, criado a partir de uma parceria do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), dos ministérios do Meio Ambiente e do Turismo do Brasil e do Ministério Francês do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

O secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinicius Lummertz, explica que o planejamento e o conhecimento são fundamentais para o viajante evitar surpresas desagradáveis.

- Atitudes simples podem evitar transtornos e gerar uma experiência adequada de turismo, como deve ser - afirmou.

Isabel Barnasque, coordenadora-geral de sustentabilidade do Ministério do Turismo, alerta sobre alguns cuidados a serem adotados antes da viagem como, por exemplo, consertar torneiras pingando em casa.

- Além da economia na conta, evita-se o desperdício de até 46 litros de água por dia. É um comportamento que pode fazer a diferença, especialmente nas grandes cidades como São Paulo, que demandam com urgência novas formas de uso consciente da água - complementa a coordenadora do MTur.

Outro cuidado recomendado por especialistas é o de consultar se a agência de viagem a ser contratada está incluída no cadastro dos prestadores de serviços turísticos (Cadastur). A Advogada Cláudia Almeida, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), orienta ainda que se faça uma checagem prévia quanto às eventuais reclamações sobre a empresa no Procon.

Segundo Cláudia, se a hospedagem ou transporte forem fechados por meio de uma agência, ela é solidariamente responsável por qualquer problema que ocorra durante a viagem, inclusive no caso de reservas feitas por meio de sites e aplicativos. Por isso, uma boa opção para evitar dor de cabeça é fotografar a página da oferta e demais condições para ter mais segurança em caso de reclamação, complementa Cláudia. (Fonte: Gustavo Henrique Braga)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar