WhatsApp
49 9 9964.1833
Polícia - 12 Jun 2018 15:25

Homem é condenado por homicídio e ocultação de cadáver em poço em Xanxerê

Por: Aline Tonello
Visualizações: 2486
Homem é condenado por homicídio e ocultação de cadáver em poço em Xanxerê O corpo de Lauri foi localizado em poço abandonado (Foto: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

Nesta terça-feira (12), foi realizado o julgamento de João Nunes Filho, de 33 anos, acusado pelo homicídio de Lauri Paulino Schneider, de 56 anos. O corpo da vítima foi encontrado dentro de um poço abandonado em um terreno às margens da BR-282 em julho de 2016. O réu foi considerado culpado e condenado a pena total de 18 anos, 2 meses e 12 dias em regime fechado.

O júri ocorreu no Fórum de Xanxerê. João estava preso desde junho de 2017 por ser suspeito do homicídio de Joel Carneiro, de 28 anos, que foi encontrado morto atrás de um posto de combustíveis em Xanxerê no dia 8 de junho. Segundo o delegado Adilson Bressan, que cuidou do caso, João foi indiciado pela Polícia Civil pela morte de Joel. Porém, ao prestar depoimento à Polícia Civil sobre o caso, ele confessou ser autor da morte de Lauri.

O júri reconheceu, por maioria, que a vítima sofreu as lesões corporais que provocaram o seu óbito, e também que o réu foi quem causou os ferimentos, admitindo a presença da qualificadora do motivo fútil. Referente ao crime de ocultação de cadáver, assentou, por maioria, que o corpo da vítima foi jogado em poço, e também que foi o réu quem ocultou-o. Negou, por maioria, a absolvição do réu e a tese da semi-imputabilidade.

Sendo assim, a juíza de direito presidente do Tribunal do Júri, Lizandra Pinto de Souza, condenou João Nunes Filho a 16 anos, 9 meses e 18 dias para o crime de homicídio e 1 ano, 4 meses e 24 dias pela prática do delito de ocultação de cadáver, totalizando a pena final.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar