População pode denunciar casos de aglomeração à polícia ou Vigilância Sanitária - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
CORONAVÍRUS - 29 Jun 2020 17:27

População pode denunciar casos de aglomeração à polícia ou Vigilância Sanitária

Por: Francieli Corrêa
Visualizações: 491

A secretária municipal de saúde, de Xanxerê, Irene Goralski, destacou durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (29), que casos de desobediência dos critérios de cuidados sanitários para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, precisam ser denunciados. Relatos de aglomeração de pessoas nas ruas, estabelecimentos e residências e a não utilização de máscaras, conforme exige as normas sanitárias, têm se tornado comum no município.

As denúncias podem ser feitas à Vigilância Sanitária de Xanxerê, pelo telefone de plantão (49) 98801-6916, ou à Polícia Militar (199). Os responsáveis estão sujeitos a sansões.

- Ligando, a nossa equipe se desloca até o local e isso vai gerar multa. Se for estabelecimento, na primeira vez faz a orientação, que já está sendo feita desde março, se permanecer a mesma situação de aglomeração, uso indevido de máscara e até de distanciamento, o estabelecimento vai ser fechado, porque a nossa preocupação realmente é a população – disse a secretária. 

Ainda de acordo com a secretária de saúde, as sanções cabem também às pessoas, no caso de aglomeração nas ruas e nas residências. Ela destaca ainda que se os números começarem a aumentar, medidas de restrição mais rigorosas podem ser tomadas novamente.

> Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar