WhatsApp
49 9 9964.1833
Economia, Geral, Social - 07 Jun 2018 07:31

Preço da gasolina varia R$ 0,29 em postos de Xanxerê

A previsão é de mais aumento e falta do produto. Bases estão limitando a quantidade
Por: Aline Tonello
Visualizações: 370
Preço da gasolina varia R$ 0,29 em postos de Xanxerê (Foto: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

O consumidor que quiser economizar na hora de abastecer o veículo vai ter que rodar os postos de combustíveis de Xanxerê. É que a variação do preço da gasolina chega a R$ 0,29 de um estabelecimento para outro.

De acordo com o coordenador do Núcleo de Postos de Combustíveis de Xanxerê, Edson Zappe, a variação se dá pela diferença entre postos com bandeira branca e postos bandeirados. A média de valores nos de bandeira branca fica em torno dos R$ 4,28 a R$ 4,29, e nos bandeirados, varia de R$ 4,35 a R$ 4,42.

- Os preços variam pelas bandeiras, cada marca, Shell, Petrobras, por exemplo, é um valor, e por isso essa diferença - disse.

Conforme o coordenador, não há expectativas para que o preço da gasolina baixe na bomba, pelo contrário, há receio de que valor aumente ainda mais.

- Para se ter uma ideia, no dia primeiro de junho a gasolina estava custando na Petrobras R$ 1,96, já no dia 2 foi para R$ 2,01, no dia 5 baixou um centavo, o que não altera em nada o preço. Desde o fim da greve dos caminhoneiros, já tivemos um aumento de R$ 0,04. Estamos trabalhando com uma margem muito pequena e isso vem preocupando todos os proprietários de postos - informou.

A falta de combustível pode refletir nos postos, isso porque está sendo limitada a quantia de produto adquirido nos distribuidores.

- Está havendo cortes de litros, o que não estamos entendendo. No meu caso, fomos buscar 30 mil litros, mas só consegui 15 mil litros e isso pode gerar a falta do produto novamente – comenta.

A situação preocupa os empresários que buscam alternativas para reduzir os custos e, principalmente, porque não sabem como o mercado vai reagir daqui para frente. Assim que o reabastecimento retornou nos postos, a venda foi significativa, no entanto, os reflexos estão sendo sentidos com a baixa na procura pelo produto.

- Tivemos carros que foram abastecer umas três vezes durante a greve. Não sei o que faziam com o combustível, mas são clientes que não retornaram, o que pode é que o mesmo tenha estocado a gasolina. Eu cheguei a vender 20 mil litros só de gasolina em meio dia de trabalho, minha média é de 2,5 mil litros por dia. Agora a procura tende a baixar e vamos ter que reduzir os custos. Já tivemos informação de demissão de funcionários em postos da cidade - finalizou. (Folha Regional)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar