Construção do totem “Eu amo Xanxerê” é debatido na Câmara de Vereadores - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Obras - 09 Jul 2020 17:12

Construção do totem “Eu amo Xanxerê” é debatido na Câmara de Vereadores

Por: Francieli Corrêa
Visualizações: 605
Construção do totem “Eu amo Xanxerê” é debatido na Câmara de Vereadores Totem EU AMO XANXERÊ (Imagem: Divulgação Prefeitura)

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Charles Rabaiolli, e a coordenadora de turismo de Xanxerê, Elisiane Silveira, ocuparam a tribuna da Câmara de Vereadores, na sessão ordinária da última quarta-feira (8), para falar sobre o projeto de construção do letreiro “Eu amo Xanxerê”. A obra será executada com frente para a BR-282, em frente ao monumento do milhão, dentro do Parque Rovilho Bortoluzzi. O totem faz parte do projeto “Inspira Xanxerê”, que prevê outros investimentos no turismo e apresentação da cidade.

A licitação, no valor de R$ 45 mil, para a contratação da empresa que deve executar a obra de construção foi divulgada em junho e deve se aberta no dia 13 de julho. O gasto com a construção do totem gerou contestação por parte de alguns munícipes e até de vereadores durante a sessão, mas segundo a coordenadora de turismo, a licitação estava prevista para antes ainda, mas diante da pandemia, precisou ser adiada. Ela destacou ainda que o valor que será gasto já está destinado para esse fim e não influência nos gastos com a saúde e educação, por exemplo. 

- Em compreendo que estamos vivendo um momento de pandemia, a obra está sendo licitada num momento em que as pessoas estão em casa, estão angustiadas com a situação que vivem, mas como vocês sabem existiu um decreto que não permitiu que algumas licitações fossem feitas durante um certo período. Essa obra era para ter acontecido para ser inaugurada durante a ExpoFemi. Ela está em cima de um planejamento que foi previamente aprovado pelo Conselho Municipal de Turismo, um planejamento anual que a gente planeja junto com o conselho, nenhuma ação do Departamento de Turismo foi feita de forma isolada – explicou.

A ideia com os investimentos no setor turístico, segundo ela, é possibilitar que o município possa um dia ser reconhecido como um polo turístico, a exemplo do que aconteceu com outros municípios, como Treze Tílias e Pomerode, conforme exemplificou a coordenadora.

> Clique AQUI e receba notícias de Xanxerê pelo WhatsApp

O secretário Charles Rabaiolli falou sobre o formato do totem e justificou o investimento nele. Segundo Rabaiolli, o material tem uma longa durabilidade e será construído de forma que poderá ser realocado caso necessário. Quanto ao formato do totem (em caixa alta, com 1,5m de altura e cerca de 14m de comprimento), o secretário explicou que foi pensado para que ele possa ser visto por todos que passam pela BR-282.

Ainda de acordo com o secretário, o projeto é inspirado em outras cidades, inclusive da região, que possuem esses totens na entrada dos municípios. Essas construções acabam se tornando pontos de visita de moradores e turistas e simbolizam o pertencimento e amor pela cidade. Em relação aos problemas de infraestrutura de Xanxerê, Rabaiolli disse que entende as necessidades, mas que o valor destinado ao turismo ainda é pequeno e não interfere nas demais pastas. Defendeu, ainda, que o município precisa investir em outras formas de economia, como a gerada pelo turismo.

- O município de Xanxerê tem na questão renda e economia ainda muitas situações que são da economia inicial, que não é industrializada, e nós precisamos movimentar no município outros setores, se nós pensamos em arrecadação no futuro. O turismo é um deles, o próprio projeto Teia, encampado pela Acix junto com demais entidades, também é outro setor, então nós não podemos ficar só na economia primaria, temos que desenvolver outras formas de economia se pensamos num município que não vai ficar para trás - destacou o secretário.

Além do secretário municipal e da coordenadora de turismo, Selito Bordin, produtor da cachaça Refazenda, e Anderson Bastos, da empresa de passeios turísticos Ecoturismo Habitat, ambos de Xanxerê, falaram sobre suas experiências com o turismo da cidade e da importância de investir nessa área ,assim como o desenvolvimento do pertencimento do xanxerense ao município e de atrair visitantes à cidade.

Para falar do assunto, também ocupou a tribuna o presidente da CDL de Xanxerê, Juliano Marció, que, assim como os demais, destacou seu apoio à implantação do projeto. Marció também frisou que o projeto foi feito a longo prazo e que o desenvolvimento do turismo ajuda o comércio local.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar