WhatsApp
49 9 9964.1833
Educação - 22 Dez 2017 09:39

Projeto da Unoesc beneficia apenados do Presídio Regional

Por: Carol Debiasi
Visualizações: 393
Projeto da Unoesc beneficia apenados do Presídio Regional (Foto: Divulgação)

O projeto de extensão do curso de Direito da Unoesc Xanxerê - Direito e Cárcere - Remição pela Leitura – objetiva contribuir com uma possível reeducação dos apenados do Presídio Regional de Xanxerê pela leitura de obras clássicas da literatura universal que apresentam experiências humanas e suscitam reflexões acerca da possibilidade de superação de situações difíceis, da busca de sentido na vida, da escala de valores morais e religiosos e da redenção pelo arrependimento sincero.

Os acadêmicos do Curso entrevistam o privado de liberdade, que previamente já tenha efetuado a leitura do mesmo livro que os acadêmicos leram, com o objetivo de verificar se este demonstra compreensão do conteúdo lido. Um relatório entregue para a Coordenação do Curso e a Direção do Presídio sugere se o reeducando poderá ou não ser beneficiado com a remição de dias da pena.

A coordenadora do projeto, professora Rossaly Chioquetta Lorenset, destaca a importância dos acadêmicos conhecerem a realidade de um sistema prisional.
-
Acreditamos que dessa forma se contribui com uma possível reeducação pela leitura e com a formação integral do profissional do Direito. Aos apenados participantes, contribui para a melhoria da qualidade de vida da população carcerária do Presídio Regional de Xanxerê - citou a professora Rossaly.

Alguns dos acadêmicos participantes enfatizam suas experiências e se mostram agradecidos por participarem do projeto.

- O meu primeiro contato com um privado de liberdade ocorreu quando estava gestante e confesso que fiquei inquieta com a visita. Li o livro e fui ao Presídio. Surpresa com o entusiasmo do apenado em contar a história nos mínimos detalhes. Como estou na 9ª fase do curso de Direito, a experiência despertou o meu interesse em pesquisar e desenvolver um artigo científico para conclusão do curso e escolhi como tema: Mães privadas de liberdade, filhos que são privados do convívio maternal - destacou Machely Melo Varela Turelli.

Acadêmica da 8ª fase, Amanda Bossini, se diz agradecida com o aprendizado vivido e construiu a partir daí uma nova forma de olhar para essas pessoas que vivem dentro de prisões.

- O Projeto foi muito enriquecedor para minha vida, seja ela profissional ou pessoal. No contato conhecemos pessoas que estão pagando por algo que cometeram, mas através da leitura buscam um novo recomeço para suas vidas - comentou a acadêmica.

Segundo a coordenadora do curso de Direito da Unoesc Xanxerê, professora Fernanda Oliveira, este projeto é um dos mais importantes trabalhados neste ano no curso de Direito.

- Os acadêmicos se mostraram bastante empenhados e entusiasmados com o contato com os apenados, certamente adquirindo conhecimento e uma outra visão da vida dessas pessoas. Sob a visão dos apenados, por sua vez, a importância é ainda maior, já que se ocupam com leituras interessantes, e com isso ainda recebem a remição dos dias da pena através dessa leitura. As 80 entrevistas realizadas nesse ano certamente trouxeram aos apenados, aos acadêmicos, ao próprio Poder Judiciário e aos organizadores relevantes benefícios. Mas acredito ainda que o melhor que o projeto pode oferecer é o aperfeiçoamento na vida dos apenados, que mudam sua visão com relação aos assuntos tratados nos livros com os quais tem contato, tem o seu interesse pelo estudo despertado e ainda podem ser reeducados pelo hábito da leitura - finalizou a coordenadora, por meio da assessoria.

casarao


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar