WhatsApp
49 9 9964.1833
Comunidade, Geral, Meio Ambiente, Social - 10 Ago 2017 17:22

Rotary Club apresenta projeto para substituir tração animal por bicicletas

Por: Aline Tonello
Visualizações: 1866
Rotary Club apresenta projeto para substituir tração animal por bicicletas (Foto: Imagem Ilustrativa/Comunicação Sistema FIEA)

Buscando contribuir com o poder público no Programa de Redução Gradativa da Circulação de Veículos de Tração Animal, o Rotary Club de Xanxerê apresentou recentemente um projeto para a Câmara de Vereadores e a Prefeitura. A ideia consiste em substituir a tração animal das carroças por bicicletas com um sistema que facilita o trânsito também em subidas.

Conforme o presidente do Rotary de Xanxerê, Juliano Tonial, tanto o Executivo quanto o Legislativo se mostraram interessados na iniciativa e deram parecer positivo para que o clube desenvolvesse o projeto e apresentasse para a comissão engajada no programa.

- Nós estamos preocupados com essa situação pela questão humana dos catadores e também pelas condições dos animais, a gente vê muitos acidentes e casos de maus tratos. Então buscamos informações de projetos como esse que já existem e encontramos duas substituições: tração motorizada e a tração com bicicleta. A motorizada também não seria difícil de fornecer, porém essas pessoas precisariam ter habilitação e, muitas vezes, essas carroças são conduzidas por menores. Então, ao invés de criar um novo problema, pensamos em viabilizar as bicicletas, que tem um sistema de tração que torna o equipamento leve e de fácil condução para retas e subidas – explica Juliano.

Em caso de aprovação pela comissão, o Rotary se compromete em realizar parcerias para comprar e fornecer as bicicletas aos catadores mediante compromisso de que os mesmos vão utilizá-las e cuidar dos equipamentos.

- O programa da Prefeitura prevê que em dois anos não existam mais veículos de tração animal em Xanxerê. Nós pensamos que isso pode não acontecer em função da questão cultural que essa situação envolve, que mesmo com a coleta seletiva e encaminhamento para um centro de triagem, esse problema possa ressurgir. Então a bicicleta já funcionaria como uma solução imediata para a retirada da tração animal das ruas e pode ser usada também futuramente – comenta.

Ainda de acordo com Juliano, o Rotary pretende se envolver na construção do centro de triagem, que segue em fase de adequação de projeto e teve aumento no orçamento para a execução.

- O Rotary foi um dos precursores do projeto envolvendo a Arxan, tanto que o galpão que eles utilizavam no Bairro Leandro foi proveniente de uma permuta entre o clube e a prefeitura. Queremos participar também da questão do centro de triagem, que nos passaram que está orçado em R$ 480 mil e não se tem todo esse recurso no momento. Caso o município consiga bancar a construção do local, vamos buscar conseguir os equipamentos para esse centro. Mas tudo depende da próxima reunião com a comissão do programa para saber que rumos vão ser tomados, o que necessita do nosso engajamento com mais urgência – finaliza o presidente da organização.


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar