WhatsApp
49 9 9964.1833
Economia, Geral, Social - 24 Jun 2018 10:31

Sala do Empreendedor: poder público dará mais ênfase aos MEIs locais

Por: Aline Tonello
Visualizações: 382
Sala do Empreendedor: poder público dará mais ênfase aos MEIs locais (Foto: Arquivo/Tudo Sobre Xanxerê)

Há sete meses a Secretaria de Desenvolvimento Econômico está empenhada na concretização da Sala do Empreendedor, que faz parte do programa Cidade Empreendedora, sucesso em diversos municípios. Para isso, um espaço na Prefeitura Municipal estará pronto até o mês de julho e contará com um servidor efetivo, que receberá treinamento para a prestação de esclarecimentos.

Com o funcionamento da sala, quem precisar fazer o cadastro para se tornar um microempreendedor individual (MEI) não precisará mais buscar o Sebrae e, sim, a Prefeitura. 

- Acredito que em seis meses já estejamos bem capacitados. O nosso objetivo, além de fomentar novas empresas, é visualizar potencial naquele MEI que pode evoluir para uma empresa maior. Ter o controle certo das MEIs, que hoje não temos, incentivar ele a fazer o produto que o município estaria precisando, principalmente na questão da agricultura familiar, que já estamos fazendo - disse o secretário Charles Rabaiolli.

Conforme o secretário, se percebeu que é possível identificar prestadores de serviços locais que podem ser grandes fornecedores da administração e que, para isso, é necessário apenas alguém que identifique essas potencialidades e necessidades. Os Agentes de Desenvolvimento serão essas pessoas que terão o papel articular junto às secretarias, por exemplo, se há um edital para determinado serviço. Esse agente entrará em contato com empresas da cidade pedindo se há interesse em participar ou se há algum produto que seja de interesse do setor público, por exemplo. Desta forma se fomenta as microempresas locais e se dá a viabilidade de que novos prestadores de serviço surjam e possam atender a demanda de serviço do município e região.

- Estamos identificando o perfil de um servidor para que faça esse trabalho, para que circule em todas as secretarias e identifique o que pode ser articulado para que esse trabalho dê certo. De início podemos atender cinco ou 50 pessoas, isso vai depender, mas temos como exemplo a cidade de Toledo (PR), onde já se tem quatro atendentes para suprir a demanda - disse Rabaiolli. (Folha Regional)


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar