Xanxerense Wagner Lima encara ex-UFC em sua estreia no Future FC - Notícias - Tudo Sobre Xanxerê
WhatsApp
49 9 9920.1584
Esportes - 23 Mai 2019 13:46

Xanxerense Wagner Lima encara ex-UFC em sua estreia no Future FC

Por: Francieli Corrêa
Visualizações: 834
Xanxerense Wagner Lima encara ex-UFC em sua estreia no Future FC (Foto: arquivo pessoal)

Aos 27 anos, Wagner Lima ainda busca seu lugar ao sol no MMA. Sem viver exclusivamente do esporte, o catarinense de Xanxerê se divide entre os treinos e o trabalho como segurança em casas noturnas para complementar a sua renda. Mas ele está cada vez mais perto de mudar esse roteiro. Com apenas uma derrota nas últimas 13 lutas, e embalado por duas vitórias seguidas, Wagner terá a melhor oportunidade de sua carreira na próxima sexta-feira (24), quando pisará no cage do Future FC, que irá realizar a sua quinta edição, em São Paulo

O atleta da Astra Fight Team terá pela frente o ex-lutador do UFC Matheus Nicolau e sabe que uma boa vitória poderá abrir muitas portas no MMA, especialmente no LFA (Legacy Fighting Alliance), evento americano parceiro do Future.

- Estou em um bom momento, me dedicando bastante aos treinos e cada vez me sinto mais confiante. O Matheus é um cara completo e sei que vai ser uma guerra. Preciso ficar ligado a todo momento, e sempre buscar uma brecha para impor o meu jogo. Acredito que uma vitória sobre o Matheus me coloque no topo, me deixando cada vez mais próximo tanto do LFA quanto do UFC. E isso é o que mais me motiva - disse Wagner.

Adversário de Wagner, Matheus Nicolau participou do TUF Brasil 4, reality show do UFC. Apesar de não ter vencido, foi contratado. Após três vitórias seguidas, porém, ele sofreu um revés em julho do ano passado e deixou a organização. Wagner sabe da qualidade de seu oponente tanto em pé quanto no chão, mas garante que estará pronto para todas as situações da luta. Faixa marrom de Jiu-Jitsu, o xanxerense venceu a maioria de suas lutas por finalização. Apesar do retrospecto, ele não se define um grappler, e sim um striker.

- Minhas lutas geralmente acabam no chão, mas não acho que eu seja um lutador de chão. Sou faixa-marrom de Jiu-Jitsu e sou grau vermelho no Muay Thai, que foi aonde comecei nas artes marciais. Gosto muito da trocação, mas não perco uma oportunidade de finalizar. Se que vai ser uma luta dura, mas estou bastante motivado e pronto para este desafio.

Fonte: Revista Tatame/R7


Imprimir
Enviar para um amigo
Assinar

Envie esta notícia para um amigo



Comente
esta notícia

Ao efetuar um comentário, o seu IP (Internet Protocol) será gravado e poderá ser utilizado para identificar o usuário que inseriu o mesmo.
Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor do comentário e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais do Tudo Sobre Xanxerê.


Outros comentários

noresults

Caso o comentário acima for abusivo ou seu nome for utilizado indevidamente, denuncie.

Notícias por data:

a
Voltar